segunda-feira, 21 de abril de 2008

Entrevista Jornal Matosinhos de 18 de Abril de 2008

É urgente o diálogo entre potenciais candidatos à Câmara

Tomada de posse da Secção PS de Guifões

Sigerido encontro entre Narciso Miranda e Guilherme Pinto

Encabeçada por Carlos Alberto Ferreira, tomou posse, na passada sexta-feira, a lista vencedora da Secção do PS de Guifões. Preparar as eleições de 2009 é o principal objectivo: "O ano de 2009 vai ser muito importante. Vão juntar-se três actos eleitorais, logo as acções da Secção de Guifões serão viradas para a actividade política", revelou o novo secretário-coordenador dos socialistas guifonenses, não esquecendo o candidato da Secção PS de Guifões, para a Junta de Freguesia, o actual edil local Carmim Cabo.
Carlos Alberto Ferreira, sucessor de João Santos à frente da Secção guifonense, referiu, ao JM, que a actividade política em Guifões será pautada pelo "contacto diário e directo com as pessoas. Vamos iniciar um porta à porta. A maior parte do executivo da Junta e da Assembleia de Freguesia é socialista, logo estaremos ao lado de Carmim Cabo, dando-lhe apoio e carta-branca para que escolha a sua equipa".
Questionado sobre o actual momento de divisão que o PS Concelhio está a viver, o secretário-coordenador de Guifões disponibilizou-se para organizar um encontro entre Narciso Miranda, antigo presidente da Câmara e o actual presidente, Guilherme Pinto: "Eles têm de encontrar um tempo para falar. Este clima de guerrilha só está a prejudicar o PS de Matosinhos. Era bom que os protagonistas se sentassem e conversassem".
Carlos Alberto Ferreira considerou ainda que "Narciso Miranda tem de perceber que é natural que quem é convidado a presidir uma Câmara, tenha a ambição de cumprir mais do que um mandato", acrescentando que "Guilherme Pinto também deve recordar-se que o antigo presidente pode sentir-se magoado por acontecimentos do passado".
Para o socialista de Guifões, a actual "divisão" existente no PS Concelhio é "má" para o Concelho, temendo até que, nas autárquicas de 2009, "a Câmara se perca para a Oposição. É bom que as pessoas tenham noção que, hoje em dia, basta que apareça alguém com nome, um qualquer comentador importante, para que as pessoas votem em outro Partido. Por isso defendo que o PS de Matosinhos encontre uma plataforma de entendimento".
Por fim, Carlos Alberto Ferreira adiantou qual seria, no seu entender, a melhor forma de encontrar o candidato socialista para a autarquia: "No final deste ano ou início do próximo, a Concelhia, ou seja, Guilherme Pinto, deve ter a coragem de reunir os militantes socialistas e perguntar-lhes quem querem como candidato. E quem quiser candidatar-se, deve dar a cara, e não colocar-se em segundo plano ou esconder-se atrás de chavões como ‘reserva moral'. Eu próprio me considero um dos socialistas da ‘reserva moral', embora não pertença ao movimento que existe neste momento no Concelho".
À pergunta: qual é o seu candidato?, Carlos Alberto Ferreira revelou que apoia Guilherme Pinto - "tem feito um bom trabalho, embora precise de melhorar em alguns aspectos" -, mas vincou que fará campanha tanto pelo actual presidente da Câmara, como pelo antigo, dependendo de qual for o candidato apoiado pelo PS: "Eu apoio um projecto, o Partido Socialista, e não as pessoas", concluiu o novo líder da Secção socialista de Guifões, prometendo "trabalho árduo".

Secção do PS de Guifões

Assembleia geral: João Santos; Paulo Silva; e Fátima Portilha
Suplentes: Augusto Bastos; e José Maria Carvalho
Secretariado: Carlos Alberto Ferreira; Joaquim Cabral; Aurora Gomes; Rui Correia; e Andreia Teixeira
Suplentes: José Manuel Ribeiro; Patrícia Carvalho; José Ribeiro Pereira; João Soares; e Carmim Alves do Cabo

quinta-feira, 10 de abril de 2008

sábado, 5 de abril de 2008

RESULTADOS ELEIÇÕES



Secção Residencial de Guifões:
Lista A - 35 votos

Comissão Politica Concelhia:
Lista A - 29 votos
Lista B - 10 votos


Percentagens no concelho:

Lista A - 75%
Lista B - 25%